Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

domingo, 17 de julho de 2016

PROPÓSITO E FINALIDADE

Somos viajantes do Universo e da eternidade. Tivemos vidas incontáveis e habitamos mundos diversos.  Chegamos até aqui como resultado de um progresso e de uma evolução que nos impulsiona, conscientes ou não, para a meta de alcançar a elevação espiritual. Viveremos sempre os ciclos de vidas necessários para essa aquisição que é individual e permanente.  As vidas físicas cessarão quando a alma alcançar a pureza que busca e que a habilitará habitar os mundos superiores que hoje chamamos de "céu".

A eternidade não tem pressa. A alma sim é que deve apressar a sua evolução para adquirir felicidade. 

Nesse entendimento do conhecimento universal e da pureza da alma estão as palavras de Jesus: E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Quanta verdade e conhecimento ainda temos que conhecer e adquirir?  E todo conhecimento virá pelo esforço humano (de cada um), mediante a busca da ciência e da experiência. A natureza não dá saltos. A evolução é contínua e obedece aos ditames da própria humanidade em adquirir sabedoria.

O Mestre Jesus habitou entre nós num tempo em que não sabíamos de muitas ciências. Admitimos que Ele, como Espírito Superior, sabia de todas as coisas e poderia revelar, mas preferiu postergar os conhecimentos das verdades para a própria busca humana. Jesus não revelou que:

  • que a Terra não era o Centro do Universo e que o sol não girava em torno dela;
  • que a Lua era parte da Terra, como satélite que interfere nas suas condições de vida;
  • que a Terra é uma bola que gira no espaço, em torno de si mesma e em torno do Sol;
  • que a terra é apenas um Planeta de ínfima categoria dentro de uma galáxia, de ínfimo tamanho no conjunto das galáxias - do Universo;
  • que a Terra é apenas um grão de poeira dentro do Universo;
  • que a Terra é uma das moradas celestes, onde a alma aprende e evolui, dentro das condições evolutivas nela existentes;
  • que há vida e evolução em todo o Universo;
  • que há um "universo" de vida e seres na Terra que seria revelado no futuro (vermes, bactérias, vírus) todo um mundo dos infinitamente pequenos;
  • que havia gases e energias circundando a Terra, por camadas, as quais a protegem e criam as condições da vida terrestre;
  • que o homem um dia voaria por grandes distâncias;
  • que o homem voaria para além das nuvens - sairia da Terra e voltaria a ela;
  • que o homem poderia ver o interior do corpo humano vivo, sem secciona-lo.
  • que o homem poderia desenvolver sistemas de tratamento e cura das doenças, inclusive, percorrendo o corpo humano para conhecer e debelar as enfermidades;
  • que as enfermidades tanto procedem do meio físico, como da realidade mental e comportamental.

Lembro-me que há quarenta anos, a entidade "Pai Benedito de Angola" revelou para um grupo de 6 pessoas que participávamos de uma "reunião" em Belo Horizonte, que "as cirurgias do futuro já não mais dependeriam de cortar o corpo humano como se faz agora".  Parecia inacreditável que viesse a ser assim, mas é o que hoje vemos: complicadas cirurgias sendo realizadas com o método da laparoscopia que é minimamente invasivo, mediante a utilização de equipamentos de alta precisão, introduzidos por alguns furos no corpo humano.

Cada verdade que conhecemos nos libera do sofrimento e nos esclarece sobre a vida e sua finalidade: É preciso ter olhos para ver, ouvidos para ouvir e percepção da sabedoria.

A vida não é nascer e morrer: dormir, acordar, trabalhar, alimentar o corpo e mante-lo saudável. A vida tem propósito e finalidade que o espírito conhece muito bem, mas que o livre arbítrio camufla e faz esquecer.

Viver é construir o caminho da felicidade para muito além desta vida. Sem pressa, mas com diligência para perseverar no caminho da justiça e do bem.  

Religião é apenas um detalhe que ajuda. Religiosidade é amar o próximo.


-.-.-.-.-.-.-


Nenhum comentário:

Postar um comentário