Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

domingo, 31 de julho de 2016

VIVENDO COM LÓGICA


O que vamos conversar hoje parte do pressuposto de que a pessoa possa gerir a sua vida e tenha seus próprios meios de sobrevivência. Não se trata aqui de favorecer a rebeldia ou de viver a vida ao sabor do vento ou das ocorrências. Trata-se mais de dar sentido à vida.

Viver se tornará mais simples se você encontrar lógica nas coisas que faz.

Encontrando lógica em função de um motivo, analise esse motivo e veja se ele é imprescindível ou muito relevante.

Faça as coisas que gosta ou que quer fazer, vendo lógica do querer e gostar.

Não aceite viver a vida pelos pensamentos de outra pessoa, quando você ache que não há lógica no que lhe é sugerido ou imposto.

Analise com calma conselhos e sugestões de terceiros. Há conselhos que são verdadeiros alertas da providência divina.

Não acredite em tudo que ouviu. A lógica pede que se busque a verdade. Procure novas fontes que confirmem o que ouviu ou leu.

Nunca se entregue à preguiça mental. Raciocine e dê cada passo na direção que lhe convém ou que lhe pareceu mais lógica, em função do que você pensa.

Não existe caminho mais fácil, geralmente o mais fácil surge com a improvisação. O improviso é mais próximo do erro do que do acerto.

Seu cérebro, sua mente e sua consciência, compõem o mais excelente computador que a natureza e a vida podia produzir.  Você tem todo o potencial para tomar todas as suas decisões sem depender de outras pessoas.

Discernir o certo e o errado, o prescindível e o essencial e o conveniente e o inconveniente, constituem a base de toda a sabedoria.

Cultivar a sua essência espiritual é necessário para não perder o foco de que a vida na Terra é transitória, sendo parte da vida eterna do espírito.

Cada ser humano é uma pequena usina de energia. Doamos, recebemos ou repelimos energias em função da semelhança ou dissemelhança da energia que portamos. Cultive boas energias ao seu redor.


O Universo é um grande celeiro, você só retira dele o que lá depositou.


.-.-.-.-.-.-.-.

Nenhum comentário:

Postar um comentário