Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

domingo, 3 de julho de 2011

ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS


A Doutrina Espírita é como chamamos o conjunto dos ensinamentos trazidos pelos Espíritos Superiores e entregues à humanidade, de forma objetiva, no século XIX.

Esses ensinamentos foram entregues a diversos Médiuns, em diferentes oportunidades e diferentes lugares. Reunidos, comparados e expurgados os que não se confirmavam por fonte diversa, foram  esses ensinamentos catalogados, e, por fim, codificados por Allan Kardec, num trabalho que resultou no surgimento dos cinco livros básicos que hoje chamamos de "A Doutrina Espírita", a saber:

O Livro dos Espíritos                         – 18 de abril de 1857;

O Livro dos Médiuns                         – Janeiro de 1861;

O Evangelho Segundo o Espiritismo – Abril de 1864;

Céu e Inferno                                    – Agosto de 1865;

A Gênese                                           – Janeiro de 1868.


Allan Kardec -  autor desses livros - não inventou o Espiritismo e nem, tampouco, criou uma obra de ficção, de sua própria lavra. De posse das diversas comunicações dos espíritos, deu àquele conteúdo uma forma didática e moderna de estudo e compreensão. E, para isso, contou com o trabalho de médiuns de ilibada reputação e com uma equipe de elevados Espíritos sob a direção do Espírito da Verdade, que tudo analisou e sobre tudo indagou e esclareceu. 

A comunicação espírita existe desde sempre, desde as origens da própria humanidade. Todas as crenças religiosas se baseiam em comunicações espirituais.

O primeiro desses livros “O Livro dos Espíritos” completou já 154 anos do seu lançamento e, nesse período, percorreu o mundo. Apenas no Brasil, o Livro dos Espíritos já totalizou uma vendagem de mais de 10 milhões de exemplares.

Allan Kardec, entre outras formações, foi um emérito educador, discípulo de Johan Heinrich Pestalozzi. Assim, compôs o Livro dos Espíritos no sistema de perguntas e respostas, uma forma didática de ensino que torna a leitura fácil e proveitosa, já que o leitor pode recorrer a um assunto específico e, desde logo, obter a resposta dos Espíritos sobre a questão de seu interesse, num dado momento.

É um livro de clareza ímpar, pois que não traz mistérios para a vida do leitor, ao contrário, traz respostas objetivas sobre todas as questões da vida na Terra ou no mundo espiritual. E, além do mais, esclarece quais respostas não podem, ainda, serem trazidas ao conhecimento do homem.

Os novos conhecimentos não revogaram a possível situação de sofrimento do espírito após a morte do corpo físico, no entanto, revogaram a eternidade dos castigos e sofrimentos, bem como, consignaram que o espírito terá sempre oportunidade de redenção, dessa forma, tornando claro que a Misericórdia de Deus alcança até ao último dos Espíritos sofredores, inclusive, os espíritos reticentes na pratica do mal, denominados demônios ou satanás, se e quando estes utilizarem o seu livre arbítrio para retornarem à senda do bem.

O Livro dos Espíritos mostrou à humanidade um Deus misericordioso que nunca abandonará os seus filhos, ainda que errem ou pratiquem o mal nas diversas etapas da sua evolução espiritual, dentro da eternidade de suas vidas.

É um livro que fala de amor, perdão, caridade e que induz o leitor a evocar o entendimento cristão ocorrente à época de Jesus e nos anos imediatamente seguintes à sua morte, período em que o Cristianismo nascente experimentou elevada pureza e idealismo, antes, portanto, de as religiões se apropriarem do legado de Jesus, ajuntando a ele seus dogmas, sacramentos, ritos e preceitos de fé.

Muito obrigado aos Espíritos Superiores pelos ensinamentos trazidos e ao nosso querido irmão Allan Kardec pela excelente missão cumprida de reunir, codificar e trazer até nós esses MARAVILHOSOS ENSINOS ESPIRITUAIS.


.-.-.-.-.-.-.-.



Nenhum comentário:

Postar um comentário