Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

domingo, 29 de julho de 2012

Defeitos


É normal possuir defeitos, entretanto, não é normal cultivá-los.
Todos nós temos defeitos. Se estamos encarnados no Planeta Terra é por que não somos perfeitos.

Seres perfeitos podem aqui encarnar em missão de auxílio ao progresso da humanidade mas a regra é estarem aqui os que precisam do aprendizado que aqui se processa.

Há defeitos que nos acompanham na esteira dos tempos... de vidas passadas, esses, costumamos dizer que nascemos com eles: "Fulano é assim ou assado, já nasceu assim...".

Alguns dos nossos defeitos são públicos e notórios, todos conhecem. Outros apenas são conhecidos no convívio do nosso círculo mais íntimo, como a casa e o trabalho. É sobre esses defeitos que aludimos na frase: "Vai conviver com fulano para saber os seus defeitos". Há defeitos que mantemos em segredo, os quais não admitimos tornar público ou confessar a ninguém.

Um defeito bastante comum é o de julgamos os outros. Julgamos por palavras ou em pensamento e somos rápidos em julgar, mesmo sem conhecer todas as circunstâncias dos fatos. Por vezes, nem percebemos que julgamos, expressando reprovação: "No meu caso, eu faria assim ou assado... se fosse comigo ia ser bem diferente... fosse eu e iriam ver com quantos paus se faz uma canoa...".

Tentar monitorar e dirigir a vida dos outros é, também, defeito nosso, bastante comum.

Corrigir os nossos defeitos é parte da nossa evolução espiritual. Não é tarefa fácil mas necessária. Há hábitos tão arraigados que até gostamos deles. É comum pensarmos: "Eu sou assim... quem quiser gostar de mim terá que gostar assim, do jeito que eu sou, com todos os meus defeitos". Pensamos assim para o nosso caso mas, via de regra, detestamos os defeitos alheios.

Libertar-se dos defeitos e adquirir as virtudes são metas traçadas para a alma.

Neste caso, o melhor caminho é o da disciplina no agir e no pensar, tendo ciente que, superar os defeitos é uma tarefa de longo prazo.

O jeito é viver e conviver com nossos defeitos, melhorando-nos e corrigindo-nos, um pouco a cada dia.


Ajudará muito se pedirmos a ajuda dos Amigos Espirituais para nos mantermos alertas diante do propósito de evoluir sempre.

.-.-.-.-.-.-.-.









Nenhum comentário:

Postar um comentário