Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

A REENCARNAÇÃO (I,II,III e IV)



REENCARNAÇÃO-I

Reencarnação é a faculdade do espírito de renascer, ou seja, voltar a ocupar um corpo de carne e, assim, começar nova existência sobre o Planeta. É, com certeza, o ponto mais polêmico entre as verdades que constituem a Doutrina Espírita..

Os Espíritos Superiores nos ensinaram que Deus criou todos os Espíritos simples e ignorantes. Foram criados puros, porém, sem conhecimentos e sem virtudes.

A jornada do espírito tem por finalidade adquirir o conhecimento e conseguir a perfeição, condições para que ingresse na comunidade dos espíritos puros, os quais estão junto a Deus e executam os desígnios do Criador sobre todo o universo.

O caminho da perfeição deve ser percorrido por todas as almas. Vivendo nas muitas moradas celestiais ou como alma encarnada, nos planetas, o espírito progride sempre. Nunca regride. Quando galgar a condição de espírito puro a alma volta a Deus que a criou.

Nesse aprendizado, terá exercido, em todas as situações, o seu livre arbítrio,. Por isso, a evolução do espírito será sempre creditada ao seu próprio esforço. A ajuda de Deus e dos anjos da guarda - Guias Espirituais - estará sempre disponível.
Um só período de vida física na terra seria ínfimo para o espírito atingir tal finalidade. Dessa forma, o Criador concede a todos os seus filhos, sem distinção, a oportunidade de reencarnar quantas vezes forem necessárias para atingir a perfeição.

Gravidez (imagem da internet)

O espírito encarnado habita o corpo físico até que este se torne impróprio para as suas necessidades. Liberta-se então da vestimenta física e retorna ao mundo espiritual onde aguarda a oportunidade de habitar um novo corpo.

Enquanto espera, medita, estuda. Aprende o que julga mais oportuno com vistas as suas próximas vidas sobre a terra. Também, medita sobre o seu desempenho na etapa precedente. Dessa avaliação pode lhe advir sentimentos alegres ou tristes, conforme perceba que obteve êxitos ou fracassos. Daí resulta o sentir-se feliz ou infeliz  após a morte física.
Ao “nascer de novo” o espírito volta à terra em ambiente adequado a que possa corrigir os erros de existências anteriores, bem como, praticar os atos necessários para sua evolução espiritual.


Essas são as palavras de Jesus:

"Não te maravilhes de te ter dito:
Necessário vos é nascer de novo".
João 3:7  (Bíbliaonline.com)

--------------



REENCARNAÇÃO-II


O espírito é criado puro, todavia, sem conhecimentos ou virtudes. Dotado de individualidade e livre arbítrio encarna no plano físico onde vivenciará as situações e circunstâncias da vida, como espírito encarnado, na Terra ou em outro mundo que lhe seja designado.

Em suas vidas, interagindo com todos os seres criados por Deus, obterá os conhecimentos e as virtudes que necessita para ascender às regiões  celestiais onde habitam os espíritos puros, que atuam na execução dos desígnios de Deus para o todo o universo.

O espírito viverá muitas etapas de vida - aqui ou no além – e, assim, vivenciará o ciclo de reencarnações que se fizer necessário para sua ascensão.

Dessa multiplicidade de vidas – reencarnações - temos a clara distinção entre o corpo físico e o espírito que nele habita. O corpo é apenas a casa do espírito. O espírito preexiste ao corpo, não é criado apenas quando se forma o corpo no qual vai habitar. Algumas referências bíblicas atestam essa cronologia:


· O corpo é criado do pó da terra e a seguir, recebe o espírito. 
Gênesis 2:7

· “Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci...”.
Jeremias 1:5.

· “Depois disso disse o Senhor a Jó: Onde estavas tu quando eu lançava os fundamentos da terra? Diz-mo se tens entendimento. ...Tu o sabes, porque nesse tempo eras nascido, e porque é grande o número dos teus dias...” . Jó 38:1 e 21.

· Ossos ressequidos são cobertos com carne, tendões e pele e, só depois, lhes é trazido o espírito. Ezequiel 37:3,7-10.

Afirmamos acima que o espírito preexiste ao corpo humano. Não nos foi revelado, ainda, quando são criados os espíritos e nem como funciona, nesse particular, a evolução de todos os seres vivos. A propósito, citamos as palavras de Jesus, que são compatíveis com a evolução de todos os seres e coisas:

"E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão”.
Mateus 3:9 (bibliaonline.com)

--------------



REENCARNAÇÃO-III


Abordagem da reencarnação como aceita na época de Jesus. Que entendimento nos passa o Mestre em algumas situações, citadas na Bíblia?

“Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos perguntaram: Mestre quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus." João 9:1-3 (bibliaonline.com)

A pergunta foi clara e objetiva: Quem pecou?  O homem que nascera cego, portanto - pecado anterior ao seu nascimento, ou seja, em vida passada – ou seus pais? Em sua resposta, Jesus não reprovou aquele entendimento, vigente, sobre as múltiplas vidas. Limitou-se a esclarecer que, naquela circunstância, não se configurava a ocorrência de pecado anterior ao nascimento e nem dos pais.

“Quem diz a multidão que eu sou? E, respondendo eles, disseram: João Batista; outros, Elias, e outros que um dos antigos profetas ressuscitou. E disse-lhes: E vós, quem dizeis que eu sou? E, respondendo Pedro, disse: O Cristo de Deus. Lucas 9:18-20 (bibliaonline.com)

Novamente fica evidente o tema reencarnação e, novamente, o Mestre não achou necessário corrigir o entendimento do povo e dos discípulos sobre a questão, mesmo sabendo que as pessoas admitiam que Nele, Jesus, estava reencarnado um dos antigos profetas.

“Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o Reino de Deus. Quem não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus.”  João 3:3 e 5.(bibliaonline.com)

Jesus afirma a Nicodemos a necessidade da reencarnação para a conquista do Reino dos Céus.

“Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor.”  Malaquias 4:5 (bibliaonline.com)

“Mas os discípulos o interrogaram:  Por que dizem pois os escribas ser necessário que Elias venha primeiro? Então Jesus respondeu: De fato Elias virá e restaurará todas as coisas. Eu, porém, vos declaro que Elias já veio e não o reconheceram....Então os discípulos compreenderam que lhes falara a respeito de João Batista.”   Mateus 17:10-13 (bibliaonline.com)

"Elias já veio". Jesus afirmou, enfaticamente, a reencarnação do Profeta Elias.

--------------


REENCARNAÇÃO-IV


Deus, em sua excelsa justiça e sabedoria, facultou ao homem - espírito encarnado - viver muitas etapas de vida física, aqui na Terra ou em outro planeta, consoante o estado do seu adiantamento.  Concedeu-lhe, assim, as necessárias oportunidades para o seu aprendizado e consequente evolução. Sabia o Criador que uma só existência seria insuficiente para ele obter todo o conhecimento e adquirir todas as virtudes.
Vimos, nos tópicos anteriores, diversas facetas ou enfoques do tema reencarnação. Hoje vamos nos ater a duas afirmações específicas de Jesus. São situações em que a reencarnação se torna o único instrumento para implementar  o cumprimento daquelas palavras do Mestre.

Se eu quero que ele permaneça até que eu venha, que te importa?
João 21:22.

Jesus afirma que o discípulo amado - João - estaria vivo quando da sua volta. Sabemos que João morreu, segundo consta,, em avançada idade, na ilha grega de Patmos, Como ele estará vivo quando Jesus retornar?

"Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do Homem no seu reino."
Mateus 16:28 (bibliaonline.com).


Novamente, o Mestre afirma que alguns dos seus discípulos estariam vivos em seu retorno à Terra. Dois mil anos se passaram desde essas duas afirmações. Todos aqueles homens já morreram, naquele corpo físico. De que forma poderão eles estar vivos para presenciar a volta de Jesus?

Somente através da reencarnação dos espíritos, serão cumpridos os desígnios da Providência Divina. Os discípulos referidos estarão vivos, na terra, e presenciarão a volta de Jesus ao nosso Planeta. Dessa forma, haverá o cumprimento das palavras do Mestre. Aqueles espíritos, contemporâneos de Jesus, renascerão na época adequada para tal ocorrência.

Como já foi dito anteriormente, a reencarnação possibilita ao espírito prosseguir o seu aperfeiçoamento e, também, oferece novas oportunidades para a reparação de erros das vidas precedentes.

A reencarnação é a própria graça e misericórdia de Deus. Ela faculta ao espírito o tempo e as vidas necessárias para conquistar o Reino dos Céus.

O nosso querido mestre de Lion, Allan Kardec, deixou gravado na lápide de seu túmulo, no cemitério de Père-Lachaise, em Paris, a frase que melhor sintetiza o ciclo das nossas vidas aqui na Terra:

“Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre.  Tal é a lei”.  Allan Kardec.


.-.-.-.-.-.-.-.

Nenhum comentário:

Postar um comentário