Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

sábado, 12 de fevereiro de 2011

No Lugar Certo. Na Hora Certa

VOCÊ É O CARA !
VOCÊ É IMORTAL!

VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO, NA HORA CERTA!

Fez-se uma grande luz na escuridão. Abriram-se as portas do além. Revelou-se ao homem que a morte não é o fim da vida e nem, tampouco, o começo de outra vida.

O Espiritismo desvendou o mistério do além. Possibilitou ao homem compreender a vida eterna do espírito.

Já não cabe falar em fim da vida física ou em começo da vida espiritual. Os períodos vividos na terra ou no além são, apenas, etapas da vida única, compreendidas na eternidade e na imortalidade da alma.


Nessas etapas, o espírito leva consigo a bagagem dos seus conhecimentos, bem como, o nível de adiantamento que já alcançou. Não regride nunca. Pode, sim, estacionar num mesmo patamar até que complete as provas necessárias. É algo como o aluno que necessita, eventualmente, repetir as séries do seu estudo.


Quando encarnado, o espírito não tem lembranças de suas vidas passadas. Assim dispõe a providência divina para que aja segundo o seu livre arbítrio.


Vivendo no plano astral, o espírito tem conhecimento de suas vidas anteriores e pode conhecer o tipo de provas a que precisa se submeter. É, nesse sentido, que se diz que o espírito encarnado tem sempre uma missão para cumprir.


O acaso não existe. Família, aptidões, capacidade física, aparência, meio social, tudo isso são condições previamente concebidas para oferecer ao espírito encarnado as condições adequadas ao cumprimento da missão a que se propôs, antes do nascimento físico.


Alto dos Pinireus, frança
Estamos sempre no lugar certo, na hora certa. Os problemas, fatos e circunstâncias que se nos apresentam no dia-a-dia, são as situações que precisamos vivenciar e superar os erros do passado. Tudo com vistas ao ideal de alcançarmos os objetivos “espirituais” a que nos propusemos.


Nesse ponto convém mencionar que seguir ou não o roteiro pré-estabelecido estará condicionado ao livre arbítrio de cada um.


O espírito nunca estará sobrecarregado com fardo superior às suas forças.
Em cada “vida” há um trecho do caminho que precisamos percorrer.

Não convém agravar os nossos débitos com novas falhas nessa caminhada.


Nesse “rally” que denominamos vida, quem pilota o veículo é o livre arbítrio. Estamos criando, a cada momento, as circunstâncias de nossas vidas futuras.

Mas, qual é a missão?

A missão do espírito encarnado é viver.
Viver com alegria, dignidade e responsabilidade.


.-.-.-.-.-.-.-.

Nenhum comentário:

Postar um comentário