Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O QUE JESUS NÃO ENSINOU...


Ainda tenho muito a vos dizer, mas não o podeis suportar agora. Mas quando vier aquele Espírito de Verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir” 
Jo.16:12-13.
  
O texto bíblico citado não deixa margem a dúvidas. Jesus tinha muitas outras coisas para ensinar, mas não era ainda o momento adequado para fazê-lo. Passaram-se 2.000 anos e, até agora, apenas a Doutrina Espírita trouxe novos ensinamentos que vão além do que já estava revelado à época de Jesus e dos Apóstolos.

Jesus reservou verdades espirituais para serem divulgadas numa época em que o homem dispusesse de mais conhecimentos, que lhe permitissem melhor análise e julgamento dessas verdades, à luz da ciência, da lógica e da razão. O que não ensinou há 2.000 anos, Jesus ensina agora através das mensagens dos Espíritos Superiores – Espírito de Verdade.

Eis o que complementa os ensinamentos do Mestre:
  • a existência do mundo espiritual habitado pelos espíritos;
  • a vida após a morte com a plenitude do livre arbítrio e aquisições espirituais;
  • a multiplicidade das vidas físicas – encarnações - de um mesmo espírito; 
  • a comunicabilidade entre os espíritos e os homens encarnados;
  • a multiplicidade de mundos habitados:
  • a inexistência das penas eternas;
  • a certeza de que nenhum dos espíritos criados por Deus se perderá;
  • a Lei do Retorno das Ações;
  • a revisão dos conceitos de céu e inferno.


O Espiritismo apresentou ao mundo o conjunto das revelações postergadas para o futuro. Os ensinamentos agora revelados são apropriados a todas as religiões. No entanto, verifica-se que a Doutrina Espírita não recebeu boa acolhida e, pior ainda, foi combatida como erva daninha que deve ser exterminada. Há até religiosos que a condenam como doutrina herege oriunda das artimanhas de satanás.

Nesse ponto, é forçoso lembrar que os religiosos judeus afirmavam que Jesus expulsava demônios pelo príncipe dos demônios.

Não há mistério. Não há confronto. Há, apenas, verdades complementares, agora reveladas.


Quem tiver ouvidos para ouvir, ouça...


.-.-.-.-.-.-.-.





Um comentário:

  1. Querido Vô.

    Parabens pelo blog, um ótimo espaço para aprendermos e refletirmos um pouco mais sobre nossa fé. Um ótimo endereço que, em breve, estará sendo visto por muitas outras pessoas que, como eu sempre, reservarão sempre um tempo para apreciar suas postagens. Beijos de seu neto Victor Eller Simpson.

    ResponderExcluir