Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Antes do Nascimento na Terra.

O que éramos antes de nascermos nesse nosso lindo Planeta Azul?

Eu quase nunca assisto televisão e, quando o faço, é para assistir a um noticiário ou a algum jogo de futebol mais expressivo. Entretanto, numa dessas vezes esporádicas, passava uma entrevista - mesa redonda - em que o entrevistado era o Dr. Dráuzio Varela  Estacionei naquele canal desejoso de ouvir algo importante desse famoso médico brasileiro.

Aprecio muito a pessoa do Dr. Dráuzio Varela, tanto por sua cultura como pelo seu desejo e vocação de esclarecer-nos, compartindo conosco o seu vasto conhecimento científico. Ele se tornou muito querido e conhecido pelo livros  que escreveu e pelas séries televisivas sobre os temas médicos ligados ao bem estar das pessoas.

Dois tópicos da entrevista me chamaram a atenção: O primeiro foi a afirmação de que é ATEU e, o segundo, depois de instigado pelos jornalistas, na sequencia do assunto ateísmo, ele aborda uma posição espírita colocando uma pergunta no ar que, naquela entrevista, ficou sem resposta ou qualquer elucidação. E, só por esse detalhe estou escrevendo aqui. Ele questionou: 

"Se os Espíritas se apressam em afirmar as situações que ocorrerão após a morte do corpo físico, porque não afirmam as coisas pré-existentes ao nascimento da pessoa?"

Não é verdadeira a sua afirmação/pergunta!

Nesse ponto, o nosso querido Dr. Varela fez afirmação apressada, talvez sem o conhecimento de toda a expressão da Doutrina Espírita, já que a revelação espírita é farta em abordar o "antes" e o "depois" do período de vida física de cada pessoa, isto é, de cada espírito.

E não poderia ser diferente por que o Espiritismo adota como tema dos seus estudos e das suas afirmações, o conjunto das vidas da alma na busca da própria e necessária evolução. Só aí já fica antevisto que há vidas anteriores e vidas posteriores à presente vivência do ser, sobre este Planeta, ou sobre outro qualquer planeta designado por Deus para a evolução dos Espíritos. Isso já é dizer algo ocorrente antes dos nascimentos atuais.

O que o Espiritismo não sabe, porque não lhe foi revelado, ele o afirma com clareza. Não procura criar dogmas e artigos de fé que não possam ser discutidos.

O único ponto não totalmente revelado no ensino dos Espíritos é sobre o momento da criação do Espírito, embora admitida a Teoria da Evolução de todas as coisas e vidas, portanto que, em algum momento, o princípio inteligente evolui para a condição de obter consciência própria, tornando-se aí, detentor do seu destino - quanto ao tempo de sua evolução - mediante o exercício do seu livre arbítrio que o fará peregrinar por muitas vidas - já detentor de um corpo espiritual e de corpos físicos diversos - até atingir o grau de perfeição que torne desnecessário novas vidas físicas.

Como digo sempre, o meu intuito ao escrever aqui não é o de  divergir ou polemizar e sim o de colocar um ponto de vista que aceito e advogo. Hoje, quero, apenas, corrigir aquela informação de que o Espiritismo não trata da vida antes do nascimento do ser humano sobre o nosso Planeta.

Aceito que esse posicionamento do eminente médico resulte de um conhecimento incompleto da nossa Doutrina e não o julgo por isso, até porque poderia, conhecendo-a plenamente, dela discordar e manter a sua convicção de ATEU, que resulta do seu livre arbítrio. Também, seja dito, que o doutor expressou opinião própria, sem pretender ser autoridade em questões de doutrinas religiosas.

Pior obram muitos pastores evangélicos ou padres católicos que combatem os princípios religiosos espíritas sem, ao menos, se darem ao trabalho de conhece-los. Muitas barbaridades são ditas, as quais poderiam ser evitadas com um mínimo de leitura. E diga-se, de passagem, que deviam conhecer a Doutrina Espírita até para sua própria didática em contrário.

Seria ideal que aqueles que se manifestem sobre a Doutrina Espírita - ainda que para contradita-la - leigos ou não, o fizessem com conhecimento pleno do seu conteúdo.



.-.-.-.-.-.-.-.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo texto meu amigo. Concordo plenamente com você! Infelizmente algumas pessoas tem uma visão distorcida da doutrina espírita.
    Grande abraço!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir