Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

EU SOU O ESPÍRITO


Eu sou um Espírito e possuo um corpo. Quando eu me refiro ao corpo que possuo, eu o chamo, corretamente, de MEU CORPO. Esse corpo transitório tem nome, RG e CPF, para identifica-lo perante os demais indivíduos e  comunidade a que pertence.

É o Espírito que fala e que pratica todas as ações da vida. Também é o Espírito que pensa e que toma as decisões sobre o que fazer e o que não fazer. 

O corpo é como uma "prótese" que o Espírito usa, neste Planeta, para o fim que desejar, assim como o vestuário é útil e necessário para o uso no corpo.  Não se trata de menosprezar o valor do corpo físico, mas sim, de realçar o seu caráter de ferramenta que é utilizada  pelo Espírito.

Acrescido dos sentidos e percepções trazidos pelo Espírito, o corpo humano se torna esse instrumento fenomenal, capaz de coisas incríveis, mediante o uso de um cérebro que só tem referência em um super supercomputador e que se mostra hábil para superar todas as dificuldades e imprevistos que se lhe oponham para realizar suas tarefas ou desejos.

O Espírito lúcido, munido de um corpo sadio, forma essa unidade maravilhosa que é a pessoa humana. Não se lhe conhece os limites da capacidade, inclusive, admitindo-se que o homem ainda não utiliza nem a metade de todo o seu potencial de inteligência e criatividade.

Se um Espírito habita um corpo com deficiência física ou de inteligência, não é o Espírito que tem aquela deficiência e sim o seu corpo. Após a morte do corpo, o Espírito retomará a sua condição normal de Espírito, havendo superado uma prova limitante de sua capacidade, atraída pelo mau uso das suas faculdades em vida precedente. Seria assim como uma pessoa recolhida a um cárcere por se revelar indigna de viver em liberdade. Tudo para aprendizado e evolução.

O Espírito possui o corpo mas não pode praticar a ação de possuir a si mesmo.

Eu não tenho um Espírito. EU SOU UM ESPÍRITO.


.-.-.-.-.-.-.-.






Nenhum comentário:

Postar um comentário