Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

IR PARA O CÉU


Todos amamos Deus e a Jesus mas, se depender de nós, não temos nenhuma pressa para ir viver no Céu. A verdade é: Todos querem ir pro céu, mas ninguém quer morrer. 

Desejamos obter a felicidade, após a morte, mas queremos que isso só venha a ocorrer quando não houver mais chance de ficar por aqui. Mesmo as pessoas mais religiosas pensam assim. O desejo de ir para o céu é uma esperança para um futuro bem distante. O nosso desejo real é o de aqui permanecer até que a "ida para o céu" se torne uma questão inadiável e irremediável. É normal pensar assim! 

Estamos programados para viver e para evitar tudo que ofenda a saúde e a integridade do corpo, ou seja, somos programados para evitar a morte. Somos programados apenas para viver e para preservar a vida, por isso, um dos maiores instintos que possuímos é o da autopreservação.  

É comum que pessoas de avançada idade, às vezes com doenças terminais, falem de seus planos de vida para quando saírem do hospital. É normal querer viver e não é normal querer morrer.

Renascemos com total esquecimento das nossas vidas passadas. Essa circunstância que nos deixa livres para viver, sem as condicionantes de fatos anteriores, também nos deixa sem as lembranças das belezas e da felicidade de uma possível vida espiritual anterior, muito mais feliz do que essa que estamos vivendo  aqui na Terra. 

São muitos os relatos de Experiência de Quase Morte que relatam momentos de muita paz e tranquilidade que se seguem à morte física do corpo. Quase sempre, as pessoas que passam por essa experiência de EQM, dizem que já não temem mais a morte.  

Estamos encarnados na Terra para enfrentar problemas e dificuldades que precisamos superar e deles obter o aprendizado que ainda nos falta. Se nos lembrássemos de uma vida feliz, no plano espiritual, isso poderia acabar criando depressão ou desestímulo diante do eventual sofrimento. Também uma "fuga da realidade" não seria proveitosa para o fim a que esta vida se propõe.

Todo o esforço, todo o trabalho, todo o sofrimento, toda a dor, são proveitosos para o aprendizado do Espírito.  A lembrança de que veio de um mundo feliz poderia abate-lo diante das situações adversas que precisa enfrentar.

Estamos aqui porque precisamos estar aqui. No entanto, há um mundo feliz aonde iremos chegar todos, um a um, cada um no seu devido tempo.

A meta deve ser: Estar consciente disso e otimizar a caminhada. 

Que Deus nos ajude a darmos sempre os passos certos, naquela direção.



.-.-.-.-.-.-.-.





Nenhum comentário:

Postar um comentário