Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Oásis de Energias

A minha casa é um "Oásis de Energias". Quando dela me afasto logo me sinto exaurido, principalmente, quando estou em ambientes coletivos. Acho mesmo que toda casa, com o grupo familiar que a habita, acaba por criar esse "quantum" de energias que corresponderia ao somatório das energias das pessoas que ali congregadas. A essas energias se somariam as energias espirituais para ali atraídas.

Quando criamos ambientes coletivos e nele aplicamos nossa vontade, também deixamos ali parte da nossa individualidade. Forma-se uma Egrégora que, no plano astral, representa uma nova unidade de atuação. A efetividade e força de atuação será relativa ao teor de sua unidade vocacional e efetiva atuação como unidade. 

Na enciclopédia Wikipédia está assim definido o termo:

"Egrégora, ou egrégoro para outros, (do grego egrêgorein, Velar, vigiar), é como se denomina a entidade criada a partir do coletivo pertencente a uma assembleia, ou seja, é um campo de força criado no Plano Astral a partir da energia emitida por um grupo de pessoas através dos seus padrões mentais e emocionais.

Segundo as doutrinas que aceitam a existência de egrégoros, estão presentes em todas as coletividades, sejam nas mais simples associações, ou mesmo nas assembleias religiosas. É gerado pelo somatório de energias físicas, emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade.
Assim, todos os agrupamentos humanos possuem seus egrégoros característicos: as empresas, clubes, igrejas, famílias, partidos, nos quais as energias dos indivíduos se unem formando uma entidade autônoma e mais poderosa, o egrégoro, capaz de realizar no mundo visível as suas aspirações transmitidas ao mundo invisível pela coletividade geradora. Em miúdos, um egrégoro participa ativamente de qualquer meio, físico ou abstrato.
Quando a energia é deliberadamente gerada, ela forma um padrão, ou seja, tem a tendência de se manter como está e de influenciar o meio ao seu redor. No mais, os egrégoros são esferas ou concentrações de energia comum. Quando várias pessoas têm um mesmo objetivo comum, a energia se agrupa e se aglomera em um egrégoro. Trata-se de um conceito místico-filosófico com vínculos muito próximos à teoria das formas-pensamento, onde todo pensamento e energia gerada têm existência, podendo circular livremente pelo cosmo."


A nossa família é um ente coletivo formado pelas nossas expressões físicas e mentais, as quais se conjugam a outras individualidades para atuarem em conjunto. Essa realidade que pensa uniforme e que cria ideais comuns torna-se parte do individual de cada componente, na medida em que o representa. É por isso que a certeza de pertencer a uma comunidade familiar dá firmeza mental e segurança emocional a cada membro, sabendo-se ele desejado, apreciado e até necessário ao grupo.

É por isso que nos sentimos tão bem no ambiente de nossas casas. Quando viajamos, passados os primeiros dias da excitação e da novidade, surge uma grande vontade de retornar ao convívio de nossa casa, da nossa família. Precisamos usufruir, novamente, daquele ambiente que nos completa e nos nutre das energias ali acumuladas, as quais são parte da nossa realidade emocional. 

Chamamos de saudade de casa.

Se acrescentarmos à realidade da nossa egrégora familiar os ingredientes da fé e do temor a Deus, já poderemos admitir que a ela se acrescentam a proteção dos Guias Espirituais e dos Anjos da Guarda, capazes de purificar e abençoar todo o ambiente físico e mental que circunda e forma o nosso lar.

Que os nossos lares sejam "fortalezas do bem" capazes de ambientar o progresso material e espiritual de todos nós que os compomos!



.-.-.-.-.-.-.-.










Nenhum comentário:

Postar um comentário