Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

OS GUERRILHEIROS DA SERRA DO CAPARAÓ



GUERRILHEIROS DO ALTO CAPARAÓ (fato histórico):

Sr. Izaías Custódio Gomes - Vereador de Alto Caparaó-Mg:

Esta RELATO é para sugerir, por seu intermédio, que a Câmara Municipal preste homenagem ao evento histórico que teve por palco as terras do Município, com a ocorrência dos fatos políticos que vieram a ser denominados de “Guerrilha do Caparaó”. A intenção é que se nomeie algum logradouro público com o nome “GUERRILHEIROS DO CAPARAÓ”.  Anoto, como justificativa e esclarecimento, o seguinte:

“O Maciço do Caparaó já é uma parte muito querida do Território Brasileiro por nele abrigar o Pico da Bandeira, expressivo e sublime marco de cidadania nacional, e por constituir um dos mais belos parques nacionais, por decorrência da sua bela e rica natureza em fauna, flora e acidentes geográficos, expressos em lindos picos, exuberante vegetação, rios e quedas dágua.

Nos anos obscuros da Ditadura Militar ocorreu que um grupo de idealistas, dissidentes do regime, veio aqui parar, trazendo no coração os ideais do que entendiam ser o melhor para o País e para os brasileiros. Esse grupo e esse fato chamaram a atenção nacional para o nosso Caparaó, tornando-se parte da história do Município de Alto Caparaó.

A referência dessas lutas patrióticas deve constituir motivo de orgulho “histórico” para os aqui nascidos e, também, para os que elegeram esse “torrão” para viver e amar.

Já, anteriormente, essa Câmara de Vereadores tomou a iniciativa de conceder a honraria municipal “Moção de Aplauso” à tv SBT, que utilizou a sua novela “Amor e Revolução” para dar cores e realçar um pedaço da história da nossa Terra, referindo-se ao episódio da “Guerrilha do Caparaó”. O que se cogita, agora, é que sejam dignos de homenagem, também, os combatentes que constituem o fundo da história de que estamos tratando.

Não é o caso de debater sobre os homens que aqui se refugiaram fugindo aos rigores de um regime autoritário ou de discutir os méritos desses idealistas dispostos a empenhar a própria vida e a segurança de suas famílias para defender suas ideias. Também não é o caso de registrar que eles aqui encontraram um ambiente inóspito e inadequado para a sua luta e uma população indiferente aos seus ideais e que, apenas, encontrava motivos para, discretamente, vigia-los discretamente e manterem a polícia informada de seus movimentos.

Já nem é questão de discutir o mérito dos que aqui estiveram lutando por sonhos  e empenhando a própria vida na defesa das ideias. Longe se vai a realidade desses que pretendiam combater, em nossas serras, por um Brasil melhor. Trata-se, agora, apenas de reconhecer um fato histórico que deve ser lembrado e dignificado como tal. Esses homens chamados “Guerrilheiros do Caparaó” viveram ideais e lutaram por eles nas nossas serras.

Por isso, eu proponho, por seu intermédio e com a sua ajuda, que os nossos ilustres Vereadores Municipais de Alto Caparaó concedam honraria Municipal àqueles homens que o destino colocou na nossa história como homens que lutavam pelos ideais da plena Democracia Brasileira.

Um nome de logradouro PÚBLICO, em nossa Cidade, seria uma boa forma de eternizar a memória de um fato que já se vai perdendo na distância do tempo e do esquecimento. Seria, também, uma forma de avivar a memória histórica de Alto Caparaó. Tal logradouro criará mais um atrativo para o Turismo da nossa bela cidade.”

Cordialmente,
Euleir Eller 


.-.-.-.-.-.-.-.

Nenhum comentário:

Postar um comentário