Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

sábado, 8 de outubro de 2011

O ACASO NÃO EXISTE.


O acaso não é parte das nossas vidas. Estamos sempre no lugar certo e na hora certa. As condições em que vivemos representam o quadro necessário para nosso aprendizado. Essas verdades devem pautar a nossa aceitação quando surgirem os fatos que nos trazem sofrimentos e dissabores.

Não há mágica que transforme tristezas em alegrias. Sofrimento é sofrimento e ninguém poderá se eximir da dor quando esta o visita. 

Ninguém veio ao mundo em viagem de turismo ou apenas para apreciar a natureza e gozar os prazeres. Embora a vida deva ser vivida com alegria e entusiasmo, em tudo deve estar presente a responsabilidade pelo uso do livre arbítrio diante das provas e obstáculos que se apresentarem.

Não adianta ficar esperando pelo prêmio da loteria para buscar a realização dos sonhos e projetos. Também, não adianta ficar esperando apenas por milagres de Deus que venham contornar o sofrimento e as amarguras. Alegrias ou tristezas, dor ou felicidade são a colheita necessária do que plantamos e não podemos transferi-la para ninguém. 

Urge viver a vida com aceitação e com a certeza de que temos ao lado o nosso "Anjo da Guarda" que nos dará, sempre, o suporte espiritual para cada momento.

O Senhor sabe das nossas necessidades e, bem por isso, permite o sofrimento e a dor como forma de resgate dos erros e constante aprendizado. Se podemos abreviar o aprendizado podemos, também, abreviar o sofrimento.

"A semeadura é voluntária mas a colheita é obrigatória" essa é a máxima espírita que tanta sabedoria encerra e que nos indica a responsabilidade, única e total, pelos nossos atos.

Ainda assim, Deus não nos dá fardos superiores às nossas forças.

Não há acaso ou destino. A cada dia estamos vivendo as situações que precisamos vivenciar e, ao mesmo tempo, estamos construindo as condições para as novas etapas de nossa vida futura.

O que fazer? 

Cultivar as virtudes ensinadas por Jesus.

Fazer correto uso do livre arbítrio.



.-.-.-.-.-.-.-.

Um comentário:

  1. A Nathália leu um livro da Zíbia Gasparetto que fala sobre isso - A Vida sabe o que faz! Ela disse que é muito bom.

    ResponderExcluir