Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

sexta-feira, 17 de junho de 2011

O MENINO QUE VOLTOU DO CÉU


Anjo - Itajubá - Mg


Essa história recebi, por e-mail, do meu querido amigo Jostemídio Abreu - sabedoriainfinita.luzeamor@gmail.com. Há muitas histórias parecidas com essa e mesmo livros sobre as Experiências de Quase Morte, ocorridas com pessoas em estado de coma ou em situações extremas de saúde. Esse relato se torna mais interessante porque é feito por uma criança de 4 anos, à época dos fatos.

É uma reportagem que fala do livro Heaven is For Real (O Céu é Real) que, possivelmente, deverá ser editado também no Brasil. Compartilho porque achei muito interessante e porque versa sobre assunto que costumamos conversar aqui, neste espaço.


"Artigo de Leila Cordeiro, publicado em 23/03/2011

O céu é real
A história do menino americano Colton Burpo que disse ter estado no céu quando ficou em coma depois de uma operação de apendicite virou livro e motivo de polêmica nos programas de TV.

Colton está hoje com 11 anos mas foi aos 4 que ele  passou por essa experiência. Os pais dele contam que suas lembranças vieram aos poucos e, entre elas,  Colton citou o encontro que teve com o bisavô por parte de pai que ele nunca conhecera. Descreveu-o como um ser iluminado, de cabelos encaracolados e asas enormes. Disse que ele perguntou por seu pai e contou várias histórias de família.

Outro detalhe considerado impressionante foi quando Colton narrou o momento em que uma menina aproximou-se dele dizendo-se sua irmã. Ela confidenciou ao menino que não chegara a nascer e não tivera um nome na terra, mas que estava muito feliz em conhecê-lo pessoalmente já que o via apenas à distância.

Quando Colton contou essa passagem aos pais, os dois se emocionaram e chegaram a chorar. A mãe do garoto havia realmente perdido um bebê de forma natural, sem nem mesmo saber o sexo,  e combinou com o marido nunca revelar isso a ninguém pois a perda havia doído muito. Portanto, Colton não sabia do ocorrido pois nem era nascido.

É aí que o mistério começa a aumentar.

Depois desses dois momentos,  que  chegaram a abalar as concepções  religiosas da família, Colton  contou outros detalhes intrigantes sobre a viagem que ele descreve como uma ida ao paraíso. Disse que naquele lugar,  onde tudo é mais brilhante e colorido, as pessoas vestem-se com roupas luminosas e vaporosas, não usam óculos e parecem sempre jovens, felizes e sorridentes.

Numa outra lembrança, Colton disse que esteve sentado no colo de Jesus, e este lhe dissera que ele teria a missão de levar uma mensagem de esperança ao mundo. Ao mesmo tempo Colton revelou que ao lado de Jesus estava também João Batista,  que sorriu para ele e o abençoou.

Além de todas essas revelações outras não menos desconcertantes estão no livro de Colton, “Heaven is for real" (O céu é real, em tradução livre) que já virou best-seller desde novembro de 2010 quando foi lançado. Já vendeu quase dois milhões de cópias nos Estados Unidos  e já há pedidos para  ser traduzido em outros idiomas.

Ao divulgar suas lembranças aos pais, Colton não sabia o quanto estaria deixando-os intrigados,  assim como a todas as pessoas que tomaram conhecimento do caso. A midia logo se interessou e Colton foi alvo de  reportagens em sites, jornais, revistas e na TV. Ao ser entrevistado no programa Today, da rede NBC, ele deixou os apresentadores boquiabertos com sua naturalidade ao contar detalhes de sua “viagem”.

Os jornalistas começaram a entrevista entre curiosos e incrédulos,  e acabaram completamente emocionados e convencidos de que Colton estava realmente falando a verdade.  Comentaram que o menino já fora ouvido por especialistas, psicólogos e médicos em geral para uma investigação mais detalhada do assunto. A conclusão foi surpreendente. Nenhum desses profissionais soube dar uma explicação científica sobre o que ocorrera com o menino.

Para deixar as pessoas ainda mais confusas, Colton contou com firmeza que viu, do alto do quarto onde estava sendo operado,  os médicos correndo de um lado para o outro para tentar salvá-lo. Dali ele conseguiu ver também  o pai falando ao telefone celular no corredor do hospital, preocupado e nervoso e  a mãe chorando e  rezando na capela. Segundo os pais de Colton, ele não poderia saber de tudo isso ao mesmo tempo,  pois  ninguém os viu nessa situação naquele momento de desespero quando Colton entrara em coma.

Bem, a história e a polêmica estão lançadas. Nessa viagem ao céu o menino Colton, um pré-adolescente normal, que faz tudo o que um menino da sua idade faz regularmente, disse que trouxe na bagagem uma mensagem de Deus,  principalmente àqueles que perderam seus entes queridos.  Colton afirma sem pestanejar que “ O céu existe e nele as pessoas podem se reencontrar com quem se foi”.
E como seria bom a gente acreditar piamente nisso, não é mesmo?

“Heaven is for real” fez-me lembrar da história comovente do guitarrista  inglês Eric Clapton que em 1991 perdeu tragicamente o filhinho de quatro anos,  que caiu de seu apartamento num andar altíssimo de um prédio em Manhattan, NY. Clapton em seu desespero de pai compôs em memória do filho a música “Tears in Heaven”,  onde diz que espera vê-lo  algum dia no paraíso.  Agora, quem sabe,  depois das revelações de Colton não reacenda em Clapton a esperança de reencontrar o filho? Tomara!!!"



.-.-.-.-.-.-.-. 

2 comentários:

  1. Na música Clapton pergunta ao filho se ele reconheceria o pai se o encontrasse no céu. Tears in Heaven - ou lágrimas no céu no nosso português - é feita para expressar a esperança que todas as lágrimas se acabam nesse momento de reencontro celestial após a vida E que ele (clapton)faria de tudo para continuar tendo uma vida feliz e produtiva acreditando que no futuro iriam se reencontrar - Beyond the dark, there's peace I'm sure and I know there'll be no more Tears in Heaven.
    Acho que Clapton sonhou com esse encontro pois ele cita que simplesmente não pode ficar no céu com o filho - I'll find my way. Through night and day. Cause I know I just can't stay here in Heaven.

    Vem cá Tears in heaven bem poderia ser tema de uma postagem nesse Blog hein!?

    Para quem gosta a letra pode ser encontrada em http://letras.terra.com.br/eric-clapton/7762/

    ResponderExcluir
  2. Alex,
    Sempre disse que você, além do médico que já é, seria um excelente escritor ou poeta, quem sabe?
    Esse espaço estaria em muito engrandecido com o artigo sugerido.
    Convido a que o faça para aqui publicarmos, a exemplo do seu poema "Epitáfio" que se tornou o campeão de audiência do Blog com quase 1.000 visitantes arrolados.
    Beijos do Papai.

    ResponderExcluir