Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Paula Fernandes, Cantora.


Eu sempre gostei muito da performance e das músicas da cantora Paula Fernandes. Com sua voz aveludada e gostosa, o toque macio do seu violão, a simplicidade com que trânsita pelos diversas manifestações da música brasileira,  tudo isso me faz situá-la como uma das melhores cantoras brasileiras.


A grande admiração que lhe dedico foi, ainda, agradavelmente dilatada com a sua recente afirmação pública de que admira e aceita o teor e os ensinamentos da Fé Espírita. Se já a considerava uma cantora impar, agora a vejo, também, como uma possível divulgadora, por sua vida e musicalidade, desses mesmos conhecimentos sobre a eternidade de nossas vidas e sobre a constante evolução da alma, rumo à pureza e à felicidade.

Há muitos outros artistas e cantores que, igualmente, manifestam o seu apreço pela Doutrina Espírita. Alguns artistas são até mais enfáticos na afirmação de sua crença, mediante participações em eventos especiais da doutrina, como é o caso do cantor Nando Cordel. 

Como disse Allan Kardec: "É-se espírita pelo só fato de simpatizar com os princípios da doutrina e por conformar com esses princípios o proceder", portanto, nem se faz necessário uma participação de trabalhos ou qualquer tipo de filiação doutrinária para ser-se Espírita. 

Continuarei comprando as obras desses dois artistas, como já o fazia, agora acrescentando ao fato, um gostinho especial pela comunhão de pensamentos, o qual já estará gravado no coração. É muito bom ouvir um cantor ou ver a representação de um ator, quando a esses fatos se associa uma virtude ou qualidade subjetiva que admiramos, as quais acabam por acrescentar mais cor e significado àquelas atuações.

O fundo da crença espírita - imortalidade da alma e a sua atuação plena no Universo, mesmo após o fim da existência terrestre - já é uma realidade que empresta colorido a muitas criações intelectuais, com maior expressividade no campo das artes. A Doutrina Espírita Já ressai no conteúdo dos filmes, das peças teatrais ou televisivas, dos livros e das músicas.

A sobrevivência da alma e dos sentimentos que cultivou nas vidas terrestres, cria um algo mais de encantamento e motivação para a vida, ao mesmo tempo, que ressalta a importância e a realidade da própria vida física, projetada para a vida eterna espiritual.

Obrigado, Paula Fernandes, pela alegria que nos proporciona com as suas músicas e atuação.



.-.-.-.-.-.-.-.


Nenhum comentário:

Postar um comentário