Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

sábado, 11 de agosto de 2012

HOMENAGEM AOS PAIS - 2012


PARABÉNS A TODOS OS PAIS !

Hoje é dia de homenagem aos pais e eu, é claro, dedico meus primeiros pensamentos do dia para agradecer ao Sr. Américo que concordou em conduzir-me à vida física, com a sagrada investidura de ser meu pai, nessa oportunidade. Este ano seria o ano do seu centenário de nascimento.

Obrigado velho! Que Deus lhe retribua em Luz e Amor todo o carinho que você empregou nessa tarefa de ser o melhor pai possível para mim, enquanto esteve ao meu lado.

Já que homenageio ao meu Pai e a mim mesmo porque também sou pai de lindos quatro filhos e dez netos (um chegando em janeiro), aproveito para colocar uma música que sempre gostei e que homenageia a um pai e a todos aos pais em geral, onde aí me incluo:

http://www.youtube.com/watch?v=s6DHD4Jt-yw  (clique duplo para ouvir a música)


Parabéns pra mim e para todos os pais que lerem esse pequeno texto!

Se hoje estou velho e com passos mais hesitantes, já fui o Super-Homem que representava toda a segurança dos meus pequenos. Já fui aquele que sabia tudo e que podia resolver todos os problemas deles. Já fui fonte de amor e de subsistência física e emocional para os seres amorosos que se agarravam às minhas pernas, no abraço confiante e cheio de amor.

No dia de hoje, em que estou sendo homenageado, julgo conveniente saltar as páginas onde encarnei a figura o pai educador, exigente, cobrador, proibidor, austero, sério, brigão, implicante, etc., que tanto incomodou àqueles adolescentes impetuosos que pensavam já saber o suficiente da vida.

Vou lembrar de um pai que tudo fez para satisfazer desejos deles e que tanto torceu para que dessem certo os caminhos escolhidos para a vida, por cada um dos filhos queridos.

Vou lembrar do pai que sofreu junto nos acidentes e nas enfermidades. 

Vou lembrar do pai que correu, angustiado, para o hospital ou para o médico, com o coração palpitante e uma ardente oração nos lábios.

Vou me lembrar do pai que vibrou junto nas vitórias e nas conquistas. Nas formaturas escolares e vitórias esportivas, que maior alegria representara

m para mim.

Cada vitória obtida por um filho é, também, uma vitória pessoal do pai que empregou o coração em cada desejo perseguido por suas eternas crianças.

Vou me lembrar do pai que fui e que nunca impôs uma religião, sem, contudo, prescindir dos esclarecimentos sobre a necessidade de cultivar a espiritualidade pelo caminho que escolhessem para amar a Deus e que colocou, acima de tudo, o livre arbítrio, a decisão individual.

Sinto-me homenageado, como pai, pela vida de cada um dos meus filhos. Pelos valores morais que cultivam e pelo caráter de cada um, motivo de sincero orgulho e de agradecimento a Deus por poder criar esses filhos maravilhosos.

Obrigado meus filhos, por qualquer outra homenagem que hoje me prestarem. Já me sinto homenageado pela própria honra e orgulho de ter sido o pai de vocês.





























.-.-.-.-.-.-.-.

Nenhum comentário:

Postar um comentário