Quem sou eu

Minha foto
Eusébio, CE, Brazil
Espírita - Brasil

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Inesperado


Inesperado

Qual cavalo novo, forte,
Indômito, fogoso,
Livre no mundo,
Eis que volta, inesperado.
De novo aspecto,
Vestido, circunspecto.
O mesmo safado...
Teimoso!
Vagabundo!

Ah! O amor de que falo,
Que parecia vencido,
Nem sofreu abalo.
Assalta a mente e o coração.
Ressurge engrandecido.
Outra vez, suas manhas,
Artimanhas, façanhas.
Alegrias, sabor, fantasias,
Quem resistiria?

Por que se entrega
Um coração sofrido,
Quase exaurido?
Eu, que estava atento,
Me surpreendo, me rendo,
Submisso, vencido.
Novas promessas
Juras de amor.
Palavras ao vento?

Não importa o quanto se faz ou se diz.
Na vida, importa muito, ser feliz.

Euleir Eller - 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário